Ligue Para: (21) 4063-7007 ou (31) 4063-7007
Social:
Sua nuvem de negócios...

5 dicas práticas para o seu chatbot

Confira algumas dicas para otimizar o atendimento realizado pelos chatbots e confira de que forma eles podem ajudar a sua empresa a melhorar o atendimento ao cliente e reduzir custos.

A internet está cada vez mais presente no dia a dia das pessoas. Todo esse aumento, gerado por uma maior disponibilidade de planos de banda larga acessíveis e mais rápidos, gerou efeitos também no setor comercial e de serviços. A presença e o alcance das marcas dentro da rede tornou-se um grande diferencial competitivo. Clientes, cada vez mais antenados durante o ato da compra, utilizam a internet para buscar informações sobre produtos, fazer compras online, dar feedbacks, resolver problemas e muito mais.

A partir disso, novas tecnologias foram criadas, possibilitando a otimização do tempo gasto nos atendimentos e, consequentemente, a redução de custos de operação no suporte ao cliente. Porém é preciso ficar atento para eventuais atualizações e melhorias, já que por se tratar de um mercado cada vez mais aquecido, diversas empresas e marcas continuam a investir no segmento, buscando novas formas de atrair e fidelizar os clientes.

Uma dessas novas tecnologias é o chatbot, que está gerando uma intensa transformação na forma com que os clientes interagem com as marcas. Entenda o que são os chatbots e confira algumas dicas para utilizar o potencial máximo dessa tecnologia em seu negócio.

O que é chatbot?


Os chatbots são atendentes virtuais que utilizam um fluxo conversacional previamente produzido para oferecer diferentes serviços via internet. Eles podem ser implementados em uma plataforma independente ou em redes já conhecidas, como o Facebook e o WhatsApp. Através dele é possível tirar dúvidas dos clientes, apresentar ofertas e, até mesmo, oferecer serviços de contratação online.

Para isso, existem 2 tipos de chatbots: os que baseiam suas respostas em diretrizes pré-programadas e os que usam inteligência artificial, que possuem como vantagem, um maior dinamismo na tomada de decisões de bot, proporcionando dessa forma, um atendimento ainda mais humanizado.

Primeiramente, defina os objetivos do seu chatbot, para a partir disso, pensar qual modelo é o ideal para o seu negócio. Mas lembre-se: ele deve ser apenas um dos pilares de comunicação da sua empresa. Ele precisa estar inserido em uma estratégia de marketing bem definida, ou seja, passando por todos os steps prévios necessários, como planejamento, definição e pesquisa de público-alvo. Dessa forma, o seu bot poderá atuar de forma conjunta com os outros setores de sua empresa, mantendo uma maior uniformidade na comunicação. A integração do seu chatbot com uma plataforma de CRM é essencial nesse momento.

Agora que já falamos um pouco sobre definições, confira algumas dicas da ligou.me para o seu chatbot. Implementar a tecnologia na sua empresa pode ser fácil, mas para oferecer um bom atendimento, é necessário tomar alguns cuidados importantes.

1- Defina os objetivos

Apesar de contar com diversas funcionalidades, o primeiro passo na hora de configurar um chatbot para a sua empresa é a definição dos objetivos. Elenque todos os pontos que seu atendente virtual irá atuar: dúvidas, acompanhamento, compras, etc. A partir disso, será possível definir as regras comerciais e, por conseguinte, o fluxo conversacional. Além disso, informe aos clientes quais as funções oferecidas por seu bot, evitando assim frustrações e feedbacks negativos.

2 - Atenção ao Tom de Voz

Mesmo se tratando de um atendente virtual, os bots também são responsáveis pelo branding de uma marca. Por isso, na hora de montar o fluxo, é importante que o tom utilizado esteja de acordo com o utilizado pela marca. Dessa forma, a imagem da marca é reforçada, aumentando as chances de fidelização dos clientes.

3 - Defina a Interface da Conversa

Além de se atentar ao tom de voz das mensagens, é importante que o seu chatbot mantenha sempre a fluidez durante a conversa, tornando o atendimento o mais humanizado possível. Para isso, analise com cuidado todas as mensagens do seu fluxo; elas devem manter uma linha de pensamento, que leve o cliente a realizar determinada ação de uma forma descomplicada e ágil.

4 - Realize testes

Não importa quanto tempo tenha sido gasto durante a produção do seu chatbot. Após a finalização, é crucial que sua empresa realize testes para detectar possíveis bugs ou erros ortográficos ou de comunicação. Por isso, incentive sua equipe a interagir com a plataforma e recolha os feedbacks. Além de corrigir bugs, os insumos fornecidos também poderão ser utilizados para aplicar melhorias no serviço antes mesmo do seu lançamento oficial.

5 - Abuse da interatividade

Apesar de utilizar basicamente um fluxo conversacional e uma plataforma de envios de mensagem para o seu funcionamento, já existem diversas funcionalidades que ajudam muito na hora de deixar o atendimento com o chatbot mais interativo. Por isso, analise quais funções estão disponíveis em sua ferramenta. Botões clicáveis, imagens, vídeos; tudo por ser utilizado na hora de encantar o seu cliente. Mas lembre-se: o principal objetivo é agilizar processos! Então faça uma avaliação prévia para entender quais funcionalidades são realmente relevantes para o seu negócio e de que forma elas devem ser utilizadas dentro do fluxo.


Essas foram algumas dicas da ligou.me para ajudar a sua empresa na hora de implementar os chatbots em seus canais de atendimento. Se quiser saber mais sobre outras formas de otimizar o atendimento da sua empresa e reduzir os custos de operação, clique aqui ou mande uma mensagem para um de nossos atendentes!



Termos Relacionados: ATENDIMENTO CHATBOT

Compartilhe Este Conteúdo:

Artigos Relacionados

Pesquisar no Blog



Comentários

Entre em Contato
  • Endereço: Av. João Samaha, 1385, Sala 103 Bl 01, São João Batista
    Belo Horizonte/MG - CEP: 31.520-100
  • Telefones: (31) 4063-7007 | (21) 4063-7007
  • Email: comercial@ligoume.com.br
  • Chat - Seg. às sex.: 9:00 às 19:00
    Telefone - Seg. às sex.: 9:00 às 18:00
Diga Olá! :)

« Grupo BHG / Ligou.me ». ©Todos os direitos reservados 2015.